Democracia Directa – Visão Cristã

Segundo a graça de Deus que me foi dada, eu, como sábio arquitecto, assentei o alicerce, mas outro edifica sobre ele. Mas veja cada um como edifica, pois ninguém pode pôr um alicerce diferente do que já foi posto: Jesus Cristo. (ICoríntios 3, 10-11)

As verdadeiras e as falsas questões para chegar à democracia.

As democracias representativas da actualidade baseiam a sua consulta popular numa pergunta facciosa e contraditória, cuja resposta não diz respeito ao sistema de governo democrático, mas à questão tomada do poder pelo poder: Quem deve governar?

Esta é uma falsa pergunta, uma questão facciosa que encontra o seu pressuposto na própria condição separatista, clubista, do sistema partidário: A de que haverá um grupo, facção ou líder melhor que outro grupo, facção ou líder, o qual supostamente governará melhor ou com mais competência que o seu opositor. Em última análise, todos os grupos, facções ou líderes são maus, porque parciais, incompetentes, porque limitados, e corruptíveis porque o poder corrompe, sempre.
(Sem disso tomarem consciência, os portugueses já descobriram, de há muito, a falsidade desta questão, ao perceberem que pouco ou nada muda nas suas vidas quando o seu voto muda a facção ou o líder no poder.)
Esta é, também e acima de tudo, uma pergunta inútil, sem sentido, porque a resposta resulta da própria natureza da democracia e só pode ser uma: Quem governa em democracia são os cidadãos.
(A minha opinião sobre a questão da diferença entre os conceitos de cidadania e de povo em democracia já foi esclarecida aqui.)

A verdadeira pergunta que deve ser feita aos cidadãos em democracia e para a democracia é: Como podemos nós (os cidadãos) organizar as instituições políticas de modo a ser possível impedir que governantes maus ou incompetentes possam causar muitos danos ao país?

Esta é a pergunta que salvaguarda a própria democracia. Porque a democracia, ao contrário do que querem impingir os políticos das diferentes facções, não é de esquerda nem de direita, embora a esquerda e a direita democráticas a reclamem como sua e tenham dela a visão algo distorcida que lhes é mais conveniente. A democracia não é, nem pode ser, propriedade de nenhum partido, de nenhum líder, de nenhuma ideologia: A democracia pertence aos cidadãos e resulta da participação activa de todos os cidadãos na tarefa comum de se governarem enquanto colectivo, enquanto nação.

Uma última pergunta deve colocar-se aos portugueses, neste momento particular em que muitos se apercebem que o país tem sido muito mal conduzido: Querem poder governar-se, ou preferem continuar a ser (mal) governados por gente gananciosa e sem escrúpulos como tem acontecido?

Anúncios

Filed under: autor: José, democracia, política, , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Março 2010
D S T Q Q S S
« Fev   Abr »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Livros

Clique para descarregar

Clique para descarregar (NOVO)

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

clique para descarregar

clique para descarregar

Outros livros

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar (NOVO)

%d bloggers like this: