Democracia Directa – Visão Cristã

Segundo a graça de Deus que me foi dada, eu, como sábio arquitecto, assentei o alicerce, mas outro edifica sobre ele. Mas veja cada um como edifica, pois ninguém pode pôr um alicerce diferente do que já foi posto: Jesus Cristo. (ICoríntios 3, 10-11)

O mito do cidadão incompetente.(1)

Foi finalmente possível iniciar a tradução do Guidebook to Direct Democracy (Guia para a Democracia Directa). A tradução irá ser feita capítulo a capítulo, começando pelos que são comuns às versões 2008 e 2010 do livro – de referir, a propósito, que a versão 2010 do Guidebook to Direct Democracy em inglês já pode ser descarregada a partir do linque sobre a sua imagem de capa, posto na coluna Livros ali na barra lateral exterior deste blogue.

As traduções serão publicadas aqui numa série de pequenos textos (posts) para leitura rápida. O texto completo de cada capítulo traduzido ficará também disponível numa página, acessível a partir do respectivo linque sob o título Páginas da barra lateral interior deste blogue.

O capítulo traduzido em primeiro lugar foi o 7.º, intitulado O mito do cidadão incompetente, por razões que serão óbvias a quem acompanhe o estado da prática política portuguesa. Deixa-se aqui a seguir, por agora, apenas o pequeno resumo introdutório do referido capítulo 7.

 

O mito do cidadão incompetente

Numa democracia directa a divisão dos direitos políticos é diferente daquela que existe numa democracia representativa. O exercício dos direitos democráticos directos altera a relação entre políticos e cidadãos. Influencia o carácter e os hábitos políticos de ambos os grupos. O registo histórico da democracia directa mostra que os eleitores podem tomar decisões políticas de forma tão competente como os membros do parlamento. A incompetência política não é uma causa mas, ao contrário, uma consequência do facto de os cidadãos não poderem participar na tomada de decisões políticas em assuntos substantivos nas democracias exclusivamente representativas.

A democracia directa experimenta um ressurgimento de popularidade na Europa. Uma vez mais, aqueles que estão no poder resistem-lhe com os mesmos velhos fundamentos. Os cidadãos comuns são supostamente incapazes de tomar decisões em questões políticas complexas.

Anúncios

Filed under: autor: José, cidadania, democracia, fundamentais, livros, traduções, , ,

3 Responses

  1. Diogo diz:

    Vocês têm aqui uma bela biblioteca ao lado para descarregar.

  2. Lamentavelmente, muitos dos fundamentais para a compreensão e divulgação do sistema da democracia semi-directa não estão traduzidos para português. Há muita gente que se interessa pelo tema que não lê em inglês.
    Por isso, traduzir (pelo menos) alguns é o próximo grande objectivo – grande, porque não vai ser fácil arranjar disponibilidade para o fazer.

  3. […] à tradução do Guidebook to Direct Democracy (Guia para a Democracia Directa), cujo início foi aqui anunciado, encontra-se a partir desta data disponível o texto completo em português do capítulo […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Março 2011
D S T Q Q S S
« Fev   Abr »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Livros

Clique para descarregar

Clique para descarregar (NOVO)

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

clique para descarregar

clique para descarregar

Outros livros

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar (NOVO)

%d bloggers like this: