Democracia Directa – Visão Cristã

Segundo a graça de Deus que me foi dada, eu, como sábio arquitecto, assentei o alicerce, mas outro edifica sobre ele. Mas veja cada um como edifica, pois ninguém pode pôr um alicerce diferente do que já foi posto: Jesus Cristo. (ICoríntios 3, 10-11)

DA NOTABILIDADE

Ao longo da História, sempre houve homens e mulheres notáveis.
Na sua maioria, contudo, só foram considerados como tal muitos anos – décadas ou séculos – depois.

Hoje em dia, muitos dos que são tratados como notáveis, na realidade são-no apenas na arrogância e na pretensão, muitas vezes até na estupidez.

Mas há de certeza por aí homens e mulheres verdadeiramente notáveis.
Na sua maioria, contudo, só serão considerados como tal daqui a muitos anos. Agora são malucos, lunáticos ou – no mínimo – não-normais

Ana_04ddvc

Filed under: autor: Ana, duas ou três linhas, , , , ,

A CASSANDRA AMERICANA

Dorothy Thompson, a quem o seu biógrafo Peter Kurth epitetou de American Cassandra, foi uma jornalista e escritora Norte-americana da 1ª metade do século XX. Nasceu em Nova Iorque em 1893, filha de um Pastor Metodista. Entrevistou Hitler em 1931 e escreveu I Saw Hitler em 1932; com a subida ao poder de Hitler,  foi a(o) primeira(o) jornalista estrangeira(o) a ser expulsa(o) da Alemanha – onde era correspondente do New York Post – em 1934. Faleceu em Lisboa em 1961.

2009051dd_DorothyThompson

Dorothy considerou o Nazismo como a «apoteose da mediocridade colectiva em todos os seus aspectos» – the apotheosis of collective mediocrity in all its forms – e alertou para o perigo das novas ditaduras mascaradas de democracia:

Have we forgotten what democratic government is? It is government by debate, by deliberation, by representatives elected to find measures to promote the public good by listening and consulting not only with the groups affected, but with those whose experience suggests that they may have valid judgment.  Failing this, the task of framing legislation is delegated … to one or another corporate body or pressure group …  As in the Fascist states.

Podem encontrar-se muitas citações e excertos de escritos e intervenções de Dorothy verdadeiramente impressionantes,  mas aquele que apesar de tudo achei mais notável é este, de 1937:

I know now that there are things for which I am prepared to die. I am willing to die for political freedom; for the right to give my loyalty to ideals above a nation and above a class; for the right to teach my child what I think to be the truth; for the right to explore such knowledge as my brains can penetrate; for the right to love where my mind and heart admire, without reference to some dictator’s code to tell me what the national canons on the matter are; for the right to work with others of like mind; for a society that seems to me becoming to the dignity of the human race.

Ana_03ddvc

Filed under: autor: Ana, democracia, valores, , , , ,

UMA PERGUNTA:

– Pode haver Democracia sem Educação Cívica?

20090503_dd1227_250x1751

Aqui há dias, fiz uma viagem num comboio urbano que a certa altura ficou cheio, com os lugares sentados todos ocupados, incluindo os reservados.

Pouco depois, entram duas senhoras com uma criança (avó, mãe e filha – pensei eu). A criança era pequenita, talvez com uns quatro anos e, embora já não fosse de colo, demonstrava alguma dificuldade em equilibrar-se. Os jovens e os menos jovens (não deficientes, não grávidas, nem acompanhantes de crianças pequenas) que ocupavam os lugares reservados fizeram-se distraídos. Eu, que estava num lugar «normal», perguntei à suposta mãe se queria sentar a menina, ela respondeu que sim, que agradecia, e eu cedi o meu lugar. A pequena sentou-se. Ficámos as três – avó, mãe e eu – em pé.

Na estação seguinte, vagaram quatro lugares ali ao lado. Ainda eu mal tinha dado por isso, já a avó e a mãe – e mais outras duas jovens criaturas surgidas não sei bem de onde – tinham literalmente tomado os lugares de assalto. A pequenita, por seu lado, continuou sentada no «meu» antigo lugar. E eu continuei a viagem em pé.

Ana_02ddvc

Filed under: autor: Ana, civismo, , ,

Trabalho e Dignidade Humana

Escrita há quase 30 anos (publicada em Setembro de 1981), mas com uma actualidade surpreendente, a Encíclica Laborem Exercens de João Paulo II oferece-nos uma reflexão profunda sobre os diferentes aspectos sociais e espirituais que enquadram o trabalho do homem.

GO TO WORK (aimagemdapaisagem.nireblog.com)

E porque a dignidade no trabalho é um factor determinante para o verdadeiro exercício da democracia, deixo aqui algumas passagens desta Carta:

2. … O trabalho, certamente, é uma coisa «velha», tão antiga quanto o homem e a sua vida sobre a face da terra. A situação geral do homem no mundo contemporâneo, diagnosticada e analisada nos vários aspectos geográficos, de cultura e de civilização, exige todavia que se descubram os novos significados do trabalho humano e, além disso, que se formulem as novas tarefas que neste sector se deparam indeclinavelmente a todos os homens, à família, a cada uma das nações e a todo o género humano e, por fim, à própria Igreja.

Leia o resto deste artigo »

Filed under: autor: Ana, , , , , , , ,

Copie e divulgue p.f.

Logo DD-VC

.

Acção imediata - LER e ASSINAR

Junho 2017
D S T Q Q S S
« Set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Livros

Clique para descarregar

Clique para descarregar (NOVO)

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

clique para descarregar

clique para descarregar

Outros livros

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar

Clique para descarregar (NOVO)